sexta-feira, 8 de julho de 2016

2 anos do 7x1. O que mudou no futebol brasileiro?

Há exatos 2 anos, a seleção brasileira sofria a sua maior derrota em Copas do Mundo

Gooooooool da Alemanhaaaaa! No dia 08 de julho de 2014 essa foi a frase mais ouvida em todo o Brasil. Na semi-final da Copa do Mundo, a seleção brasileira (ou da CBF, como queiram) sofria a maior humilhação em Copas do Mundo ao ser goleada por 7x1 pela seleção alemã. Foi um massacre não só em termos de placar mas também de postura, tático, físico, psicológico...



Nesse dois anos, a frase mais ouvida mudou. Passou a ser "7x1 foi muito pouco". Isso por causa dos desmandos da CBF e Federações no futebol brasileiro. Para os dirigentes dessas entidades, não há problemas a serem resolvidos, está tudo certo! Não importa se o ex-presidente da CBF está preso nos EUA e que o atual presidente não possa sair do país pois terá o mesmo destino, não importa se as competições da seleção colidem com o campeonato brasileiro, desfalcando os clubes, não importa que o calendário seja criminoso, provocando lesões a todo instante. O que importa para a CBF é que a seleção lhe enche as contas bancárias e, enquanto os clubes estão falidos, a dona CBF tem 227 milhões guardados no banco.

Nesses 2 anos continuamos com um calendário afastado do calendário mundial do futebol, com clubes sendo massacrados nas janelas de transferência durante a disputa do campeonato brasileiro e com os nefastos estaduais que ainda encontram defensores sob a falsa alegação que, sem eles, os clubes pequenos morrerão. A única alteração é a redução de uma data nos malditos estaduais para 2017.

Enquanto não adotarmos o calendário mundial, com o brasileiro começando em agosto e terminando em maio (notem que as competições de seleções sempre são nas férias do mundo todo e durante o brasileiro aqui), enquanto os estaduais não se tornarem fases iniciais de séries inferiores do brasileiro e enquanto não tivermos uma liga independente da CBF cuidando do campeonato brasileiro, o 7x1 será pouco, muito pouco. Essas são as mudanças urgentes para o futebol brasileiro. Clubes fortes farão a seleção voltar a ser brasileira e forte. 

Infelizmente estamos longe, muito longe de nos livrarmos de Rubinhos, Del Neros, Coronéis, etc

Assista abaixo o jogo completo da semi-final da Copa do Mundo de 2014. Brasil 1x7 Alemanha


Nenhum comentário:

Postar um comentário