segunda-feira, 8 de maio de 2017

35 anos sem Gilles Villeneuve

No Dia 8 de maio de 1982 falecia meu primeiro ídolo na Fórmula 1. O canadense Gilles Villeneuve sofreu um acidente no circuito de Zolder, na Bélgica, e foi arremessado, preso ao banco da Ferrari para o outro lado da pista.


Nascido em Quebec no dia 18 de janairo de 1950, Joseph Gilles Henri Villeneuve começou sua carreira em 1975. Em 76 e 77 sagrou-se campeão da Formula Atlantic no Canadá e nos EUA. Estreou, ainda em 77, na Fórmula 1 em Silverstone pela McLaren. Gilles terminou em 11° e a Ferrari o convidou  para ser companheiro de Carlos Reutemamn.

Sua primeira vitória foi em casa, em 1978. Gilles vinha em 3°, passou Scheckter para delírio dos canadenses e a quebra de Jarrier lhe deu a liderança que não mais perdeu. Além dessa, Gilles venceu mais 5 provas em sua carreira: África do Sul e os dois dos EUA em 1979, Mônaco e Espanha em 1981. Esse GP da Espanha, disputado em Jarama foi especial. Diversos pilotos se revezaram na segunda posição e durante toda a prova tentaram roubar a ponta do canadense. Em vão. Gilles venceu e, do 1° ao 5° a distãncia não chegou a 2 segundos.

Sua última corrida foi em San Marino onde chegou na segunda posição e sua melhor colocação no campeonato foi o vice de 1979. Mas Gilles será sempre lembrado pelo seu arrojo e coragem que o fizeram andar com apenas 3 rodas, com o spoiler dianteiro quebrado e atrapalhando sua visão, por andar sem a asa dianteira e por ultrapassagens em locais inusitados. Será lembrado também, junto de René Arnoux, pela mais linda batalha da história da F1. No GP da França de 1979, os dois pilotos batalhavam pelo 2° lugar e passaram mais de uma volta passando um ao outro e andando lado a lado a 200km/h em um espetáculo inesquecível.

68 GPs
107 pontos
6 vitórias
2 poles
8 voltas mais rápidas
13 pódios

Frases sobre Gilles:
I know that no human being can perforn miracles but Gilles made you wonder sometimes - Laffite
He was the craziest devil i ever came across - Lauda
Gilles showed that the man is more important than the car - Cheever
I loved him like a son - Enzo Ferrari
If he could come back and live his life again, I think he would do exactly the same - and with love - Jody Scheckter
I don´t think of death. Dying is part of the job - Gilles Villeneuve

Abaixo um vídeo de um tributo a esse ídolo do automobilismo raiz.
#GillesEterno


Nenhum comentário:

Postar um comentário